Artigo do eggs, traduzido e adaptado por irmaoURSO


Foi o tempo em que os Midlaners (heróis que jogam na rota do meio) eram alvos das primeiras escolhas e banimentos. Ao invés do poderoso Razor (Midlaner mais contestado na MDL minor e na DreamHack Major) quem aterroriza os jogos hoje, são os Omniknights, Nightstalkers e Banes.

As mudanças da 7.07, trouxeram grandes reflexos no fluxo da partida, isto porque, com aumento da XP das criaturas da rota e a redução da XP das criaturas negadas, a disputa pela soberania da trilha do meio está mais acirrada do que nunca.

Agora que já chegamos ao fim da MDL Macau Minor e DreamLeague, vejamos o desempenho dos Midlaners profissionais e casuais.

 


Shadow Fiend Shadow Fiend

Resolut1ion da OG derrama o primeiro sangue contra a TNC, em uma partida da MDL Minor:

Shadow Fiend ficou com 2 vitórias em 2 jogos pela DreamLeague, mas onde ele brilhou de verdade, foi na MDL Macau Minor, particularmente devido a duas lendas que jogaram com este herói: Dendi e Resolut1on.

SF é um clássico dos clássicos na rota do meio, mas para bons resultados é preciso dominar alguns fundamentos, tais como: finalizações, negações, acúmulo de criaturas, controle de rota e de runa. Justificando o fato dele ter sido o primeiro herói a incorporar o bot da OpenAI (aquele famoso bot que venceu uma partida de 1×1, contra o Dendi).

Pela MDL Macau, o SF obteve uma incrível taxa de vitórias de 88,9% (vencendo 8 dos 9 jogos em que disputou), além disso, foi o segundo Midlaner mais contestado.

Depois das mudanças no ganho de XP, o SF aumentou seu potencial. Após garantir algumas finalizações de criaturas, ele fica com um ataque básico (clique de botão direito) muito forte, o que aumenta seu poder de negar/finalizar as criaturas da rota.

Poucos heróis são capazes de fazer uma frente digna contra um SF, na ausência de um, os suportes têm quase que uma obrigação de pressioná-lo antes que ele saia de controle.

 


Medusa Medusa

 

A Medusa recebeu vários buffs na 7.07, incluindo um rework essencial no Disparos Divididos (Split Shot), deixando mais fácil usar essa habilidade.

O que falar de seu talento do nível 25, que permite aplicar modificadores de ataque em todos os alvos, transformando a medusa em uma verdadeira arma de destruição em massa ambulante? Ele ainda pode causar lentidão através do Olho de Skadi e críticos de uma possível Daedalus, em TODOS os alvos!

Medusa foi o midlaner mais contestado na DreamHack Major e o segundo da MDL Minor. Embora já seja um core bem duro, a Medusa fica praticamente imortal no fim do jogo quando combinada com o Repelir (Repel) do Omniknight. Principalmente agora que a recém piorada Lâmina Difusora (Diffusal Blade),  não causa mais debuff (expurgo).

 


Razor Razor

Razor foi o segundo Midlaner mais Contestado na DreamLeague. Independente do meta, o herói recebe um pico quando se trata de LAN (evento presencial).

Muito forte na rota e com bom potencial de siege (cerco/derrubar estruturas) do meio do jogo em diante. Para a tristeza dos fãs, que veem o Razor como um bicho entediante de assistir, ele é favorecido quando as apostas são altas, por conta de sua estabilidade. Verdade seja dita né? Eles têm uma certa razão, afinal, o Razor não faz muitas rotações (Ganks) e tampouco domina a rota com a mesma maestria deu um SF.

Pelo seu poder na rota e na execução de objetivos, é que o Razor aparece em quase todos os metas. Além disso, não podemos esquecer do Elo Estático (Static Link) que pode punir gravemente uma Medusa na team fight, mesmo durante o Olhar Petrificante (Stone Gaze).

 


Dragon Knight Dragon Knight

Na’Vi perde 5 heróis em uma luta prolongada que começou na frustração em tentar abater o DK do Sumail:

O fim do bottle crow (mandar o entregador na base encher a garrafa), limitou algumas escolhas de Midlaners – mesmo com o truque do bottle TP (aproveitar o buff de regeneração da fonte para pegar e consequentemente encher a garrafa do aliado após um teletransporte), alguns heróis sofreram muito com o fim do bottle crow.

De qualquer forma, o Dragon Knight continua a prosperar, é uma ameaça iminente para as torres quando pega o nível 6 (Forma de Dragão Ancestral) e assim como o Razor, é uma escolha bem segura que pode colocar pressão nas torres bem cedo.

O Égide do Imortal sempre foi a melhor ferramenta para uma equipe subir o terreno elevado e finalizar o jogo – no caso do DK, um Refresher Shard (Fragmento Restaurador) pode ser um pouco mais útil, visto que, ele depende muito da sua forma de Dragão Ancestral para ser efetivo nesse fundamento de siege (cerco).

Em um meta onde podemos ver 2 heróis roaming (rotacionando pelo mapa), Dragon Knight é um herói de altíssima resistência, difícil de ser abatido. Sendo um dos poucos heróis que não sente falta do bom, velho e desbalanceado Poor man`s Shield (Escudo Desgastado), item que por sinal foi removido do jogo.

A 7.07 não só melhorou a regeneração do Dragon Blood (Sangue de Dragão) nos primeiros níveis, como também melhorou a regeneração base do herói de 0 para 1.5.

 


Zeus Zeus

Estiquem o tapete vermelho para: Zeus “o Rei do pubão”. Possui o melhor desempenho das partidas casuais – mais de 56% de taxa de vitórias – sendo considerado também o midlaner com melhor desempenho das partidas de nível mais alto. É um exclusivo Pub Stomper (atropelador nas partidas casuais), uma vez que raramente é utilizado no cenário mais competitivo.

Sem nenhum mecanismo de sobrevivência, ele pode ser severamente punido na rota, principalmente por heróis roamings, mas o fato é que ele prospera no casual, onde os jogos tendem a ser mais passivos, dando espaço para respirar no início e reviravoltas improváveis no final. Assim como para ele é difícil negar as criaturas, você também terá dificuldade em negar as dele, uma vez que o Arco elétrico (Arc Lightning) faz um trabalho de farm muito seguro.

Existe uma razão histórica para o Zeus estar no topo da nossa lista de melhores heróis da 7.07. Além de coletar ouro facilmente, ele traz muito, muito – eu já disse muito? – muito dano mágico! A final de contas:


Conclusão

Nas partidas casuais, o fato de todos começarem com um Pergaminho de Teletransporte, dificultou o sucesso das primeiras rotações, uma vez que não há mais desculpas para não ter um TP de resposta nos primeiros minutos.

Com a 7.07 retrabalhando as criaturas da rota e removendo o Bottle Crow, a rota do meio voltou as raízes, punindo heróis: sem sustain (mecanismo de regeneração), sem segurança no farm e ineficientes nos objetivos.


TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Diego ‘irmao.URSO’ Rodrigues

REVISÃO: Gilda “gigi” Marins

TEXTO ORIGINAL:  https://www.dotabuff.com/blog/2017-12-12-analyzing-707-top-tier-midlaners