Escrito por irmaoURSO.

Banir 3 heróis na primeira fase do draft foi uma das inúmeras e importantes mudanças da 7.07. Antigamente na primeira fase eram: 2 banimentos e 2 escolhas para cada lado. A novidade foram 2 heróis a mais sendo banidos, o que reduziu consideravelmente a chance de um herói desbalanceado participar da partida.

Neste artigo vamos analisar os heróis mais contestados (banidos e escolhidos) nas 3 diferentes fases do draft, levando em conta apenas partidas do Dota Pro Circuit (Circuito Profissional: minors e majors) jogadas na versão 7.07c.


HERÓIS MAIS CONTESTADOS

Para destrinchar melhor as escolhas e banimentos nos diferentes momentos, primeiro precisamos falar brevemente sobre os mais contestados independente da fase.

Os 8 heróis mais contestados no Circuito Profissional 7.07c. 

Não é mais qualquer “pé-rapado” que consegue fazer um bom trabalho na offlane, pois além da forte redução na experiência (XP) da criatura negada, é uma rota onde você tem que brigar por algum farm/XP. Sendo assim, dependendo da estratégia envolvida, é bem provável que você necessite do apoio de um suporte.

Omniknight

Omniknight

Com o fim do expurgo na Lâmina Difusora, ficou mais difícil jogar contra o Omniknight. A escassez de ferramentas para lidar com suas habilidades aumentou consideravelmente seu impacto na partida. Não à toa, foi o herói mais contestado (163 vezes) e o mais banido (121 vezes), transparecendo o temor dos capitães envolvidos.

Gif feito por AHTiXPiCT.

              Winter Wyvern                                                               Ogre Magi
Winter Wyvern                         Ogre Magi

Ambos são suportes bem versáteis, capazes de se adaptar a qualquer composição.

A Winter Wyvern (WW) é o famoso “pau para toda obra”: cura, zoneia, defende torre e ainda agrega valor a team fight. Suas habilidades escalam muito bem e por mais que a Maldição do Inverno seja geralmente utilizada para “resetar” as brigas de forma defensiva, uma Maldição ofensiva pode punir um suporte mal posicionado e mudar o rumo da partida.

Apesar de não ter uma ultimate de team fight como no caso da WW, o Ogrão não fica tão atrás. Ele possui poder de zoneamento, um controle confiável, letalidade nas rotações e ainda por cima a Sede de Sangue (Bloodlust) deixa seus cores prontos para a briga – principalmente no nível 20, com seu talento de +40 de velocidade de ataque para essa habilidade.

Seria injusto não citar a regeneração e a armadura base do Ogre Magi, ele é um dos raros suportes com potencial para se expor durante o combate sem ser punido.

As 3 maiores regenerações base de HP do jogo.

As 4 maiores armadura base do jogo.

Bane
Bane

Além de garantir 2 grandes controles a partir do nível 6, o Bane desde o nível 1, é capaz de aterrorizar o farm do oponente simplesmente usando o Debilitar – com 8 segundos de recarga e 20 de duração, que pode ser usada a uma distância relativamente segura sem muita dificuldade. Sendo assim, se você não tem um herói que consiga farm abusando de habilidades ao invés do ataque básico, é melhor banir esse Alien dentuço.

Night Stalker
Night Stalker

Heróis com visão noturna diferenciada, independente de itens e/ou habilidades (por padrão a visão noturna dos outros heróis é de 800).

Provavelmente você já ouviu a frase: ganhamos por que tínhamos o controle do mapa. Night Stalker é perito em controle de mapa, durante a noite vira um verdadeiro predador, melhorando todas as suas habilidades e podendo até voar sobre os obstáculos com o Predador Noturno (Hunter in the Night). Esse herói, além de ter uma visão noturna maior que a maioria dos heróis, consegue escolher sua vítima antes de ser visto. Se isso já não fosse o bastante, ele ainda tem a Escuridão (Darkness) que simula uma noite com menos visão para suas presas, limitando os heróis e sentinelas a 675 de visão.

Night Stalker x Pugna.

Tem sido muito difícil para todas as equipes lidar com esse morcegão, os 101 banimentos registrados demostram bem isso.

Medusa
Medusa

Mudanças mais relevantes da Medusa no patch 7.07 Dueling Fates.

Com 115 contestações, é considerada um dos midlaners mais fortes do meta. A medusa foi ressuscitada pela 7.07, através de novos talentos e mudanças nas habilidades.

O herói farma stacks muito cedo, graças aos Disparos Divididos e a Serpente Mística, resiste muito bem as rotações e ainda consegue sair de foco no meio da briga com o Olhar Petrificante. Quando chega no nível 25, a brincadeira fica mais séria, com o talento de aplicar Modificadores de ataque em todos os seus alvos!

Morphling
Morphling

Assim como a medusa, ele também foi ressuscitado pela 7.07, a grande diferença é que o Morphling veio na rota segura.

Criaram um verdadeiro monstro, muito por conta da melhoria na Troca de Atributos, que além de não custar mana, ganhou quase o dobro na taxa de conversão (de 16 para 25).

Tidehunter
Tidehunter

Tidehunter é perito em aguentar ataques básicos e coloca muita pressão em HC`s  de combate corpo a corpo (Meele), graças a resistência da carapaça e a possibilidade de spamar a Colisão da Ancora (Anchor Smash).

Com essas duas fortíssimas habilidades ele não precisa rushar uma Adaga de Translocação para ter impacto no jogo, podendo priorizar itens de utilidade e sustain. Dessa forma, deixou de ser escravo do seu grande combo para ser efetivo – o famoso “pula e ulta”, com Adaga + Devastar.

OBS: Alguns carrys, como a Ursa e o Monkey King, mesmo sendo heróis corpo a corpo, além de não sofrerem para o Tide, podem puni-lo facilmente com suas habilidades passivas (Garras Furiosas e Maestria do Jingu respectivamente)

Puck
Puck

Mesmo com uma baixa taxa de vitórias, a Puck ainda é muito bem vista no meta. Os cores curingas, são sempre os primeiros a aparecer, fornecendo ao capitão inimigo a menor quantidade de informações possíveis. Além de ser uma escolha versátil, a Puck é bem difícil de ser abatida, traz muito controle e dano mágico para as brigas, fazendo dela um pick de muita segurança.

Razor
Razor

Esse foi outro herói que também recebeu alguns ajustes na lataria. O Razor, é um core que sempre aparece no cenário competitivo, entra muito cedo na partida com suas habilidades e ainda consegue colocar pressão nas torres com o Olho da Tempestade.

HC que faz frente e ainda pode ir mid? Queremos!

Lá se foi a tentativa de falar sucintamente sobre os heróis do meta. Então vamos ao assunto principal do nosso artigo: como pegar 8k em uma semana! AS 3 FASES DO DRAFT!

Vermelho: primeira fase. Amarelo: fase do meio. Verde: última fase. Totalizando 22 heróis contestados por partida.


Primeira Fase

Em vermelho os heróis que correspondem a Primeira Fase.

A partir daqui as imagens vão mostrar o percentual de escolhas/banimentos da fase em questão e não as taxa de vitórias, cuidado para não fazer confusão hein!

A primeira fase do draft é o momento de contestar nada mais nada menos que 10 heróis, através de 3 banimentos e 2 escolhas para cada lado. Essa fase foi dominada pelos suportes, com uma abertura para cores mais versáteis e alguns offlaners.

Banimentos

Heróis mais banidos e o percentual de vezes em que ocorreu na primeira fase.

98% das vezes em que o Night Stalker e Bane foram banidos, aconteceu na primeira fase. Evidenciando a dificuldade em lidar com esses 2, principalmente quando falamos de um meta onde os suportes são escolhidos primeiro, na tentativa de defender o máximo possível seus cores.

O Ominiknight segue na mesma importância (banido 96 vezes na primeira fase) com a diferença que ele está mais popular como offlaner, o que permite aos capitães segurar seu banimento para a fase do meio onde serão banidos mais 4.

Um pouco a baixo na lista, vemos 63 banimentos no Bounty Hunter. Embora sejam “apenas 63”, 100% dos bans ocorreram nessa fase, normalmente na tentativa de defender as rotas e evitar a bola de neve insana proporcionada por esse herói. Esse rato mercenário, além de empobrecer os suportes rivais, coleta muitas informações e enriquece sua equipe com o Rastreio (Track).

Escolhas

Heróis mais escolhidos e o percentual de vezes em que ocorreu na primeira fase.

Winter Wyvern e Ogre Magi, aparecem como opções bem seguras para cumprir seu papel de suporte, e mesmo sendo muito banidos, ainda conseguem brincar de DotA (diferente do Night Stalker e Bane, coitadinhos).

O Sand King e o Earth Spirit são mais utilizados como suporte 4 de rotação (os chamados roamings, como por exemplo: Bounty Hunter, Nyx, Clockwerk e Sladar). Quando se trata deles, existe uma tendência a revelar primeiro um core mais versátil (Puck e Tiny) para proteger o roaming, deixando sua escolha para próxima etapa: a fase do meio.


A Fase do Meio

Em amarelo os heróis que correspondem a Segunda Fase.

Nessa fase provavelmente os suportes já foram escolhidos, chegou a hora de contestar os cores. Aqui 8 heróis entram na roda (2 banidos e 2 escolhidos para cada lado).

Banimentos

Heróis mais banidos e o percentual de vezes em que ocorreu na fase do meio.

É aqui que entra a Medusa, líder disparada com 53 banimentos. Também nessa fase, vemos o Morphling com apenas 57,6% dos bans, pois muitas vezes ele não passa nem da primeira fase.

Uma vez que o Omninight provavelmente já foi banido e ainda existe a preocupação com um offlaner forte, chegou a hora de banir o Tidehunter. Caso a equipe adversária já tenha revelado seu offlaner na primeira fase, cabe aos capitães focar seus bans apenas nos mid`s e HC`s mais temidos.

Escolhas

Heróis mais escolhidos e o percentual de vezes em que ocorreu na fase do meio.

Puck e Razor aparecem na lista de escolhidos na fase do meio, mas não seria nenhuma surpresa vê-los sendo escolhidos na primeira fase. A magia do Captains Mode (CM) é justamente você entrar na mente do seu rival e tentar entender o que ele está planejando, por isso, como já salientamos ao longo do texto, um core curinga é sempre uma boa cartada.

Por mais que Nyx e Clock sejam bons curingas, eles são envolvidos com as funções de suporte/offlaner, logo não teriam tanto impacto na última escolha, onde normalmente aparecem os midlaners/hard carries.


Última Fase

Em Verde os heróis que correspondem a Última Fase.

Em minhas transmissões eu normalmente me refiro a essa fase como “a cereja do bolo”. Aqui é o momento mais emocionante do draft, onde serão contestados mais 4 heróis (última escolha e banimento, de cada lado).

A ordem aqui faz toda diferença, pois a equipe que tem a primeira escolha (first pick), não detém a última (last pick). Mas o que isso quer dizer irmaoURSO?

Quem usufrui da segunda escolha (second pick), tem uma vantagem considerável, visto que vai escolher por último – tendo o benefício de fechar seu draft, já sabendo os 5 heróis inimigos.

Banimentos

Heróis mais banidos e o percentual de vezes em que ocorreu na última fase.

Naturalmente as equipes protegem o máximo possível seu midlaner e como não temos tantos curingas no meta, é normal que o último banimento seja mais focado nos heróis do mid.

O meta atual tem favorecido muito os cores de inteligência, especialmente o Outworld Devourer (OD) que lida bem com a medusa e pode ser counter direto de outros cores, justificando assim seus 95% de banimento nessa fase.

Escolhas

Heróis mais escolhidos e o percentual de vezes em que ocorreu na última fase.

De forma geral, a última escolha interage diretamente com seu o banimento. Onde costuma-se banir counter-pick de rota/estratégia e fazer uma escolha em cima disso. Exemplo: ban de Tinker seguido da escolha de Phantom Lancer.

No caso da Templar Assassin (TA) isso fica mais evidente, ela é quase um herói exclusivo de última escolha, pois um counter direto anula totalmente a sua rota – normalmente um Viper, que mesmo fora do meta, é sempre uma boa escolha contra a TA. A única forma dela aparecer antes da última escolha é se a equipe inimiga já tiver um safe e um midlaner muito bem definidos (por exemplo: Shadow fiend + Lifestealer).


Considerações finais

O draft é um dos momentos mais maravilhosos do DotA 2, por mais que exista um meta a ser respeitado, vários fatores influenciam direta e indiretamente as escolhas. Como por exemplo: o histórico das equipes/jogadores envolvidos ou nas series mais longas (MD3/MD5) onde muitas vezes se faz necessário um ban de respeito (respect ban) em um herói que acabou de doutrinar sua equipe.

O legal é que mesmo com tantas variáveis, os especialistas tendem a pensar de forma semelhante, logo com estudo e dedicação é possível traçar o perfil de cada continente e até mesmo de cada capitão. Esse tipo de estudo é bem comum no cenário competitivo, inclusive no Brasil.

Como já era de se esperar a 7.07d chegou! Veio recheada de nerfs na maioria dos heróis citados nesse artigo. Quem sabe a gente não fala dela na semana que vem?


AUTOR: Diego ‘irmao.URSO’ Rodrigues

REVISÃO: Gilda “gigi” Marins