Escrito por eggs, traduzido e adaptado por irmaoURSO.

1

Foi pra conta a primeira semana do patch 7.07. Buffs e Nerfs sensacionais, reedições de talentos e dois novos heróis. Enquanto as taxas de vitória e derrota vão se acertando, o que se vê por aqui é algo sem precedentes. No patch 7.06f, apenas 3 heróis ficaram com uma taxa de vitórias maior que 56% (1- Spectre, 2- Necrophos e 3- Zeus). Imediatamente após a 7.07 esse número mais que dobrou, trazendo vários heróis com uma taxa de vitória superior a 56%, tendo o Anti-Mage nas cabeças com seus 58%.  A Valve e o Icefrog , rapidamente resolveram isso com o lançamento da 7.07b, mas antes da atualização ter seu impacto, vamos dar uma olhada nos vencedores e perdedores da 7.07.

TOP VENCEDORES

BeastmasterBEASTMASTER

A Valve sabe que o herói foi retrabalhado, mas ele continuou o mesmo. Os Machados Selvagens (Wild Axes) tiveram seus números reajustados, sendo contemplado com um novo debuff acumulativo (Wild Axe Stacks) nos inimigos. Enquanto o Chamado da Selva (Call of the Wild), agora é apenas uma habilidade, que no level 4 invoca também uma criatura Neutra aleatória. Com a aura da criatura neutra, junto com o Buff de velocidade no movimento do Rugido Primitivo (Roar), o Beastmaster passa a ser mais um herói mais amigo da equipe, do que simplesmente aquele cara responsável por controlar o inimigo com BKB.

A adição dessa criatura neutra trás um Pico de Potencial (Power Spike) absurdo no level 7. Um Centauro pode trazer um controle garantido de 5 segundos, enquanto o Lobinho, o Tomatão e o Satyr, possuem um  potencial considerável de dano explosivo.

MedusaMEDUSA

2

Os talentos de level 20 e 25 da medusa são particularmente fortes, com uma discrepância de 6-7% na taxa de vitória.

O jogadores de Medusa não precisam mais ficar ativando e desativando o Disparo Dividido (Split Shot) para aumentar seu dano na hora de acertar o ultimo ataque, uma vez que, agora ela é uma habilidade passiva, que não sofre penalidade de dano no seu alvo principal. Alem disso também não precisam mais se preocupar com as  interações dos Modificadores Únicos de Ataque (elas foram removidas do jogo), tampouco precisam se preocupar em atacar um alvo especifico para aplicar o modificador, já que no level 25, existe um talento que aplica esse modificador a todos os alvos do Disparo Dividido. Sim, cada flecha do Disparo dividido pode aplicar: Roubo de vida, Queima de mana, Remoção de armadura, Lentidão e critico. E ainda vão contribuir na chance de ocorrência do raiozinho da Maelstrom (vulgo: Relâmpago em cadeia).

Não é nenhuma surpresa  que esse talento tenha uma vantagem de 6.7% na taxa de vitorias.

Anti-MageANTI-MAGE

Buffar a Furia de Batalha (Battle Fury) é  buffar também o Anti-Mage, tendo em vista que ele depende mais dela do que qualquer outro carry. A mudança da receita criou uma janela de muito risco, ao ter que guardar 2200 de ouro para comprar uma Lança Demoníaca (Demon Edge), porem seu menor custo reduziu em 1 minuto o tempo de construção.

O Anti-Mage sempre foi um dos queridinhos da comunidade, mas é seu novo talento de level 15 (criar uma ilusão ao utilizar o translocar), que deixa ele incrivelmente forte, principalmente porque favorece muito o seu farm (coleta de ouro) na floresta. Em comparação com seu outro Talento (-1 segundo na recarga do translocar), o Talento de criar a ilusão, mostra uma vantagem de 7.3% na taxa de vitória.

Não foi nenhuma surpresa esse talento ser nerfado recentemente na 7.07b, a taxa de vitória fala por ele.

TOP PERDEDORES3

Morphling foi perdoado nessa publicação, tendo em vista a quantidade de bugs que o cercam. 

TinyTINY

4

Nem todas as arvores são iguais, Tiny viu sua taxa de vitoria despencar nesse patch.

Tiny  costumava ser um herói mediano nas partidas publicas (pubs). Ele se manteve com 47% e as vezes simplesmente dominava a partida. Agora ele é o um dos piores na taxa de vitoria, junto com Lone Druid e Pangolier.

Pegar Arvore (Tree Grab), veio como uma alternativa no lugar do Cetro de Aghanim. Mesmo o Dota sendo cheio de arvores essa nova habilidade veio fraca e nem sempre se tem uma arvore por perto quando precisa. Outro detalhe é que se acabarem as cargas e o tempo de recarga for ativado no meio da briga de equipes (Team Fight), fica quase impossível buscar outra rapidamente, ainda mais com um tempo de recarga tão alto.

Com essa reconstrução (rework), imaginou-se que o Tiny viria com muita força no inicio do jogo (early game),  para brigar, empurrar  trilhas e levar estruturas, dispensando o Cetro de Aghanim. Contudo, essa redução absurda na velocidade de ataque foi uma verdadeira pedra no sapato do Tiny, deixando nosso menino rochoso pior do que antes.

Para sorte dele, a 7.07b vem com buffs, incluindo uma redução significativa no tempo de recarga de Pegar Arvore, com isso já vemos até um pequeno aumento na sua taxa de vitória.

NecrophosNECROPHOS

Necrophos não teve uma queda tão brusca quanto o Tiny, mas seus nerfs certamente foram muito bem visto pela galera que curte um Pubão. A fadiga do meta passado serviu de campanha negativa para o Necro, o fato é que ele é um herói bem chato de se jogar contra (nenhuma morte é tão ruim que o Necrocancer não possa piorar). Com os nerfs, por mais que a Mortalha Fantasmagórica (Ghost Shroud) ainda transforme uma varinha magica em um Queijo, ele fica  mais vulnerável quando utiliza.  O aumento no tempo de recarga e custo de mana para a Foice da Morte (Reaper’s Scythe), é sinônimo de mais tempo vivo para todos!

WindrangerWINDRANGER

Assim que saiu a 7.07, a galera ficou instigada a escolher Wind. Muito pela sua mudança nos Disparos Concentrados (Focus Fire), que permitiu a ela atacar e correr ao mesmo tempo. Só que ao mesmo tempo a produção de dano causado também foi nerfada. No final acabou sendo insatisfatório, deixando ela longe daquela dominância na trilha do meio. O forte dos Disparos Concentrados, era seu dano explosivo, que alem de derrubar torres, possibilitava abater o inimigo com um combo simples de Amarras (Shackleshot) + Disparos Concentrados, sem precisar perseguir seu alvo.

MENÇÃO HONROSA

Dark WillowDARK WILLOW

Intencional ou não, historicamente os novos heróis chegam com uma taxa de vitoria terrível. Ember e Earth Spirit tinham uma taxa de vitoria menor que 40%, até que depois de vários e vários patches eles finalmente ganharam o o status de “jogável”. Parece uma tendencia da Valve liberar o herói relativamente fraco para não perturbar o meta. Contrariando isso a Dark Willow, segurou uma taxa de vitoria em torno de 48%, é uma taxa bem alta para um novo herói.

Essa boa taxa de vitoria, se justifica ao pensar que ela pode ser muito efetiva mesmo nas mãos de um novato (noob). Uma habilidade em área simples, um controle, uma habilidade defensiva e uma Ultimate que trabalha sozinha. É de longe muito mais fácil que jogar com a mecânica dos Resquícios (Fire/Stone Remnant) por exemplo.

Por outro lado, temos o Pangolier entre os heróis mais escolhidos, com apenas 38% de taxa de vitória.Embora seja apenas a primeira semana do patch, essas tendencias inicias já indicam quais heróis serão fortes e fracos no meta, pelo menos até o próximo patch.

 

TEXTO ORIGINAL: https://www.dotabuff.com/blog/2017-11-06-one-week-with-707
TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Diego ‘irmao.URSO’ Rodrigues.